Alergia ou intolerância ao leite de vaca? O que meu filho tem?

Se seu filho está na primeira infância, ou seja, tem até 3 anos de idade, o quadro mais provável é que ele apresente alergia às proteínas do leite de vaca (APLV). A alergia acontece quando o organismo identifica alguma substância como ameaça e passa a combatê-la, gerando sintomas, nesse caso choro frequente, diarreia, vômito, perda de peso e ocorrência de dermatite.

A intolerância ao leite de vaca ocorre depois da primeira infância, já que nós somos os únicos mamíferos que continuam tomando leite depois de crescer. Em muitos casos, o corpo não está preparado para isso e passa a ter dificuldade na digestão.

A APLV é a alergia mais comum apresentada nessa faixa etária e atinge de 3% a 5% dos bebês. O único tratamento é a suspensão total do leite e de produtos à base desse alimento. Porém, as crianças precisam dos componentes do leite para seu desenvolvimento e para isso existem fórmulas específicas.

As fórmulas à base de proteínas da soja não são indicadas para esses bebês, pois podem alterar os níveis hormonais. Os produtos formulados a partir das proteínas hidrolisadas do leite de vaca atendem as questões nutricionais, mas não têm gosto agradável. Já as fórmulas que utilizam as proteínas do arroz são uma excelente opção. Além de conter todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento da criança, elas têm gosto melhor e assim proporcionam melhor aceitação.


Elaboramos um F.A.Q para esclarecer as principais dúvidas que surgem a respeito de APLV, confira:

1. O que é APLV?
Esta sigla significa "Alergia à Proteína do Leite de Vaca". É um problema que afeta pessoas que reagem de modo alterado quando entram em contato com leite de vaca (LV) ou derivados, pelo fato de seu sistema imunológico desenvolver anticorpos contra as proteínas presentes no leite.
 
2. Quais são os sintomas da APLV?
Os sintomas principais da APLV aparecem no aparelho digestivo, com a presença de diarreia e vômitos e só passam com a retirada do leite de vaca da alimentação. Ao mesmo tempo existem problemas de pele, a chamada dermatite atópica, que é causa de desconforto pela irritação e coceira que a acompanha.
 
3. Quais as causas mais comuns?
A causa da APLV é o comportamento anormal do sistema imunológico da criança que reconhece como elemento estranho um alimento que a maioria da população tolera bem.
 
4. As crianças com APLV podem apresentar outras alergias?
Podem. É frequente apresentarem alergia à soja, junto com APLV e a outros alimentos como ovo, amendoim, entre outros.
 
5. APLV x Intolerância à lactose: entenda a diferença.
Na intolerância à lactose não há participação do sistema imunológico e, sim, dificuldade para digerir adequadamente a lactose, que é o açúcar próprio do leite. As manifestações são ligadas ao aparelho digestivo, basicamente apresentando diarreia, estufamento abdominal e vômitos eventuais.
 
6. Quais as restrições alimentares a mãe que amamenta deve ter?
Mães que amamentam não devem tomar muito leite de vaca porque isso pode sensibilizar a criança. Além disso, devem evitar substâncias estimulantes, como café e chocolate.
 
7. Qual o tratamento para APLV?
Não há remédio que trate a APLV. O tratamento deve ser feito pela retirada da proteína do leite de vaca da dieta.
 
8. APLV tem cura?
Com a idade a APLV costuma desaparecer gradualmente. Em geral desaparece até os 4 anos. Apenas cerca de 3% das pessoas permanece alérgico a vida toda.
 
9. Em que idade as crianças melhoram da APLV?
Em geral, desaparece até os 4 anos de idade.
 
10. Meu filho nunca poderá tomar leite?
Poderá, quando os sintomas da APLV desaparecerem.

 
Confira nossa página no Facebook onde falamos mais sobre APLV:
https://www.facebook.com/meufilhotemaplv/
 
31 | julho | 2018
arrow_backward Ver mais matérias
SAC 0800 724 6522
faleconosco@biolabfarma.com.br
Fique conectado