Bem-vindo(a) ao Biolab Studio! Este é um portal de conhecimento médico-científico, desenvolvido pela Biolab Farmacêutica, com um rico acervo de materiais voltados para profissionais da saúde prescritores.
Você é nosso convidado para se cadastrar e acessar os conteúdos.
Menu

Boa saúde começa na infância.

A suplementação vitamínica é uma prática comum dos adultos, mas você sabia que as vitaminas fortalecem a imunidade infantil e proporciona benefícios para o desenvolvimento de crianças?

Ao nascer, os bebês possuem o sistema imunológico imaturo e incapaz de combater infecções. No entanto, à medida que crescem, ele se torna mais forte, graças à vacinação e à exposição moderada a micro-organismos presentes no ambiente, que atuam na criação das defesas naturais do organismo. São os famosos anticorpos, responsáveis por aumentar a resistência a doenças comuns nessa fase da vida.

O sistema imunológico é composto por uma rede de células, tecidos e órgãos. Eles trabalham juntos para identificar e eliminar patógenos, como bactérias, vírus e fungos. Quando uma criança adoece pela primeira vez, seu corpo precisa aprender a reconhecer e a produzir uma resposta imunológica eficaz. Uma vez que o sistema imunológico da criança produz uma defesa bem-sucedida, ele será capaz de reconhecer e combater os inimigos com mais facilidade no futuro.

Por isso, durante o processo de crescimento, é essencial que os pequenos recebam todos os nutrientes necessários para fortalecer sua imunidade. Mas a realidade pode ser outra.

Em alguns casos, as crianças têm dificuldades em obter a quantidade adequada de vitaminas e minerais por meio da alimentação, seja por questões culturais, de saúde ou socioeconômicas. Segundo o Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (ENANI-2019), pesquisa inédita encomendada pelo Ministério da Saúde em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a anemia, independentemente do tipo, é mais comum em bebês de 6 a 23 meses de vida - com predominância de 18,9%. O percentual foi de 5,6% entre crianças de 2 até 5 anos de idade. O estudo apontou que a prevalência de deficiência de vitamina B12 em crianças menores de 5 anos é de 14,2%.

Esses dados são preocupantes. Afinal, vale ressaltar que as principais consequências do consumo baixo de nutrientes para o desenvolvimento infantil, além da ocorrência de anemia, são: escasso crescimento, baixo desempenho cognitivo, cegueira noturna e comprometimento do sistema imunológico, que pode acarretar outras doenças mais severas.

Por isso, quando se trata da saúde das crianças, a atenção deve ser redobrada para que elas possam ingerir todos os grupos de alimentos diariamente. Quanto mais variedade maior é a probabilidade de consumir a quantidade adequada de vitaminas, presentes em ovos, carne vermelha, vegetais, folhas verdes, feijão, outros grãos e uma variedade de frutas de acordo com a sazonalidade.

Cada vitamina desempenha um papel diferente e nós te contamos um pouquinho do que está por trás de algumas que você já deve ter escutado falar: 

. Vitamina A: é essencial para o bom funcionamento da visão e sistema imune e contribui na manutenção da pele.

. Vitamina B6: auxilia na formação das células vermelhas do sangue.

. Vitamina B12: está em diferentes funções metabólicas, incluindo o metabolismo de gorduras, carboidratos e síntese de proteínas. Seu papel também é fundamental para o processo de divisão celular, formação de células do sangue e sínteses de proteínas e mielina (importante substância do sistema nervoso central).

. Vitamina C: auxilia na formação do colágeno e na absorção de ferro dos alimentos

. Vitamina D3: a vitamina D auxilia na formação de ossos e dentes, na manutenção de níveis de cálcio no sangue e na absorção de cálcio e fósforo. 

. Vitamina E: age como antioxidante, protegendo as células dos danos causados pelos radicais livres.

Percebeu como todas estão interligadas? Afinal, o corpo humano é como um time de futebol: são necessários diferentes jogadores com as mais diversas habilidades para juntos, ganhar o jogo! Por isso, é importante já começar a treinar para esse campeonato logo na infância com o incentivo à alimentação saudável e natural, além de incluir as crianças em atividades que fortalecem o sistema imunológico, como natação, caminhadas, andar de bicicleta e pular corda.

Manter as consultas médicas e os exames em dia é essencial para se certificar de que tudo vai bem. Com a recomendação de um pediatra, fica mais fácil saber quando e como oferecer as vitaminas e os minerais importantes para cada fase das crianças.

Fontes:

https://www.spsp.org.br/PDF/CF305_04_2019_IMUNIDADE.pdf

https://bvsms.saude.gov.br/bvs/periodicos/revista_ESCS_v22_n3_a06_anemia_nutricional_variaveis.pdf

https://portal.fiocruz.br/noticia/pesquisa-inedita-revela-estado-nutricional-de-criancas-no-brasil

https://www.biolabfarma.com.br/_arquivos/produtos/bulas/2022-05-06-11h22m37s-4815-o_1g2crvg9d7dck9oi891jnu5vh7.pdf

Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa. Instrução Normativa - IN Nº 28, de 26 de julho de 2018. Ministério da Saúde - MS. Disponível em: < https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/alimentos/ingredientes >

21 | março | 2024
arrow_backward Ver mais matérias
SAC 0800 724 6522
faleconosco@biolabfarma.com.br
Fique conectado
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso site, você está ciente de tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova Política de Privacidade.