Bem-vindo(a) ao Biolab Studio! Este é um portal de conhecimento médico-científico, desenvolvido pela Biolab Farmacêutica, com um rico acervo de materiais voltados para profissionais da saúde prescritores.
Você é nosso convidado para se cadastrar e acessar os conteúdos.
Menu

Conhece a coenzima Q10? Nós te contamos os benefícios

A coenzima Q10, também conhecida como ubiquinona, é considerada uma provitamina lipossolúvel, ou seja, só consegue ser absorvida pelo organismo na presença de lipídios (gordura). Ela está presente em todas as células do corpo humano e participa dos processos de produção de ATP (adenosina trifosfato), responsável por liberar a energia que as células precisam para realizar suas atividades.

Mas você deve estar se perguntando: que função ela desempenha exatamente?

A substância possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, que desempenham papel fundamental no metabolismo energético, além dos benefícios na promoção da saúde da pele, melhoria do desempenho físico, suporte à fertilidade, circulação sanguínea, permeabilidade microvascular e promoção do bem-estar cerebral e pulmonar, oferecendo inclusive alívio para enxaquecas. Órgãos que precisam de mais energia, como coração, cérebro, rins e fígado, exigem níveis mais altos de coenzima Q10 (CoQ10).

Naturalmente produzida pelo corpo, a disponibilidade de CoQ10 diminui à medida que envelhecemos, principalmente com o uso de certos medicamentos, como as estatinas recomendadas para controle e tratamento de colesterol. Embora o próprio corpo a sintetize, ela também pode ser obtida por meio de alimentos ou suplementos, o que ajuda a mantê-la em boa concentração.

E dá para incluir também na alimentação! Por exemplo, o salmão é rico em CoQ10, que também pode ser encontrada em outros grupos alimentares, como carne vermelha, frutos do mar, oleaginosas (como soja), sementes, vegetais e óleos vegetais.  

Fique de olho, pois diversas condições – problemas cardiovasculares, doença renal crônica, diabetes tipo II, síndrome metabólica e fenilcetonúria – também podem afetar os níveis da enzima no organismo. Nesses casos, a suplementação é essencial para o bom funcionamento do corpo.

Caso haja déficit de coenzima Q10 no organismo, os principais sinais de alerta são:

. Fadiga: como é essencial para a produção de energia celular, a falta dessa substância causa fadiga e falta de energia

. Fraqueza muscular: afeta a função muscular e ocasiona perda de força 

. Problemas cardiovasculares: a CoQ10 é importante para a saúde do coração e sua deficiência provoca pressão arterial elevada e insuficiência cardíaca, além de outros problemas cardiovasculares

. Doenças neurodegenerativas: como a doença de Parkinson e a doença de Alzheimer

. Problemas na pele: a CoQ10 ajuda a proteger a pele contra o dano oxidativo. Portanto, sua falta pode ocasionar problemas de pele

. Problemas imunológicos: afeta a capacidade do corpo de combater infecções e doenças.

Apesar dos inúmeros benefícios, a decisão de suplementar com CoQ10 deve ser tomada por médicos, após solicitação e análise de exames. A substância pode ser contraindicada para alguns grupos. Portanto, converse com o especialista e descubra a melhor opção para a sua saúde!
 
Fontes:
https://bwsjournal.emnuvens.com.br/bwsj/article/view/129

https://www.atenaeditora.com.br/index.php/catalogo/post/revisao-bibliografica-do-potencial-terapeutico-da-coenzima-q10-coq10-como-coadjuvante-no-tratamento-de-patologias-cardiacas-neuromusculares-e-oxidativas

https://www.scielo.br/j/rbme/a/zPpKvszq88DmZ4S8L5HRWXz/?format=pdf#:~:text=A%20coenzima%20Q10%20%C3%A9%20uma,de%20doen%C3%A7as%20degenerativas%20e%20neuromusculares.

09 | abril | 2024
arrow_backward Ver mais matérias
SAC 0800 724 6522
faleconosco@biolabfarma.com.br
Fique conectado
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso site, você está ciente de tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova Política de Privacidade.