Bem-vindo(a) ao Biolab Studio! Este é um portal de conhecimento médico-científico, desenvolvido pela Biolab Farmacêutica, com um rico acervo de materiais voltados para profissionais da saúde prescritores.
Você é nosso convidado para se cadastrar e acessar os conteúdos.
Menu

Prebióticos podem ser aliados da imunidade

No nosso sistema digestivo, existe um universo microscópico de bactérias conhecido como microbiota intestinal, responsável pelo funcionamento do sistema imunológico, absorção de nutrientes, produção de vitaminas e controle da proliferação de bactérias prejudiciais ao trato gastrointestinal. Nesse ecossistema, os prebióticos funcionam como peças-chave para a digestão e a manutenção da imunidade.
 
Mas, afinal, o que são prebióticos? São fibras não digeríveis que servem como alimento para as bactérias benéficas do intestino, como bifidobactérias e lactobacilos. Essas bactérias não só promovem a saúde gastrointestinal como auxiliam a regulação do sistema imunológico, controlando a resposta do organismo a agentes patogênicos.
 
Ao estimular o crescimento e a atividade dessas bactérias do "bem", os prebióticos criam um ambiente intestinal seguro, no qual as bactérias prejudiciais têm dificuldade para proliferar. Esse equilíbrio reduz o risco de inflamação intestinal, melhorando diversas condições, como constipação, refluxo ácido e síndrome do intestino irritável.
 
Os benefícios não param por aí! Também apoiam a resposta imunológica do corpo, aumentando a produção de citocinas anti-inflamatórias e fortalecendo a resposta a vacinas. Além disso, eles podem aumentar a produção de imunoglobulinas, essenciais para a defesa contra infecções.
 
Portanto, aumentar o consumo de alimentos ricos em prebióticos, como alho, cebola, leguminosas, aspargos e bananas, como parte de uma dieta equilibrada, ajuda a promover não apenas a saúde intestinal, mas também a fortalecer a imunidade do corpo.
 
Em certos casos, a alimentação por si só pode não ser suficiente, tornando-se necessária a suplementação prebiótica. Especialmente em casos de desequilíbrio na microbiota intestinal, conhecido como disbiose, que pode ocorrer devido a diversos fatores, como terapias prolongadas com antibióticos, estresse físico ou mental e doenças crônicas.
 
É importante ressaltar que, apesar da importância dos prebióticos, seu consumo excessivo sem orientação profissional não é recomendado. Cada organismo é único, com suas próprias necessidades e condições de saúde. Portanto, o que é benéfico para uma pessoa pode não ser para outra.
 
Cuidar da microbiota intestinal não apenas influencia a digestão, mas também nossa capacidade de resistir a doenças e manter um estado geral de bem-estar!
 
Fontes:
 
https://www.webmd.com/digestive-disorders/prebiotics-overview
https://www.scielo.br/j/cr/a/NN5SDSssJj8sWgqHjs4PQQv/?format=pdf&lang=pt
https://www.scielo.br/j/rbcf/a/T9SMSGKc8Mq37HXJyhSpM3K/
https://accamargo.org.br/sobre-o-cancer/noticias/prebiotico-x-probiotico-saiba-diferenca-e-por-que-sao-importantes-para
https://www.ecycle.com.br/prebioticos/

29 | abril | 2024
arrow_backward Ver mais matérias
SAC 0800 724 6522
faleconosco@biolabfarma.com.br
Fique conectado
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso site, você está ciente de tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova Política de Privacidade.